QUEM QUER DINHEIRO?

Esta semana os noticiários nacionais foram tomados por uma onda de altruísmo monetário. Condenados pelo mensalão – nome dado pela mídia para o escândalo da compra de votos de parlamentares com dinheiro lavado por instituições financeiras a pedido de um partido político – dirigentes e parlamentares deste mesmo partido, o PT, foram presos e obrigados a pagar fiança ao Estado. Milhares de brasileiros se condoeram com a situação dos pobres senhores que, sem o dinheiro do cafezinho, dependeram da boa vontade da população para amealhar os recursos necessários para quitar a dívida com a União. Em um só dia, Delúbio Soares recebeu 600 mil reais. José Genoíno levou perto de duas semanas para levantar os 400 mil reais necessários. Como Soares foi mais eficiente, a diferença da parcela será doada ao outro parceiro de partido, igualmente em dificuldades financeiras, José Dirceu.

Esse fato me chamou a atenção por causa de um outro: a operação para arrecadar fundos para a compra do fusquinha do seu Itamar. Apesar de carregar o sobrenome do outro figurão, Itamar Soares não contou com a mesma generosidade dos brasileiros. Pelo menos, não com a generosidade da mídia. Até agora, o caso não ganhou destaque nos jornais de grande circulação e nem conseguimos descobrir o valor que se arrecadou. Mas esperamos que até o fechar desta edição tenhamos boas notícias quanto aos 2 mil reais equivalentes ao fusca 78 do seu Itamar, que foi vítima de um grupo que ateou fogo no seu veículo no último sábado, durante manifestações em São Paulo.

Do fusquinha queimado ao mensalão, uma observação é gritante. Sem dúvida, brasileiro é bondoso e generoso o bastante para tirar do seu próprio bolso a ajuda aos mais necessitados.

Que assim seja!

O dono do fusca incendiado durante protesto contra a Copa do Mundo no último sábado, dia 25, na região central de São Paulo, já recebeu mais de R$ 7 mil de doações de voluntários em sua conta e na conta de sua mulher

O dono do fusca incendiado durante protesto contra a Copa do Mundo no último sábado, dia 25, na região central de São Paulo, já recebeu mais de R$ 7 mil de doações de voluntários em sua conta e na conta de sua mulher

O valor recebido pelo serralheiro Itamar Santos, de 55 anos, pode superar R$ 17 mil com a arrecadação de uma vaquinha online, que deve se encerrar até março.

As doações ao serralheiro causaram discórdia entre dois grupos de doadores. Por um lado, há acusações de motivações políticas e de repúdio a manifestações populares. Por outro, há reclamação de falta de transparência na doação.

CONTATOS

Grupo que organiza a campanha “Vaquinha para o dono do fusca incendiado”, no site vakinha.com.br

Blogueiro Eduardo Guimarães que divulgou em seu blog o número da conta bancária do serralheiro   

http://www.blogdacidadania.com.br/2014/01/itamar-agradece-vaiterfusca-e-desmente-black-blocs/

carletto1-1 (1)CLAUDIA CARLETTO – consultora em comunicação participa do site com a avaliação e aproximação do que é a comunicação pública. 

Comunicação Pública, com Claudia Carletto, uma vez por semana,  no Por Dentro da Mídia 

CLIQUE AQUI PARA LER TODOS OS TEXTOS

http://pordentrodamidia.com.br/view/colunistas/comunicacao-publica/