PRISÃO CASTELO COLOCA RONDÔNIA NA ROTA DA COMUNICAÇÃO

 

Emanuel Alencar 3

Cineasta Emanuell Alencar

O jovem paulistano, cineasta Emanuell Alencar (26 anos) em uma visita ao estado de Rondônia localizado na região Norte do Brasil, ao chegar lá se apaixonou por um dos principais pontos turístico e histórico, o Real Forte Príncipe da Beira.

POR DENTRO DA MÍDIA, ARTE E ESSÊNCIA NA COMUNICAÇÃO, O ATOR EM CENA. Com EVAN AIRES

Emanuell vai resgatar um pedaço da história do Brasil em Rondônia realizando o documentário “O Príncipe da Beira” que contará de forma descritiva a história e importância do Real Forte Príncipe da Beira para esta região do Brasil. As pesquisas para o projeto vão ter início em 2014, partindo de Portugal, com destino a Belém do Pará, com escala em Mato Grosso até chegar à Fortaleza, que é na costa Marques em Rondônia.

 

Canhões das muralhas do forte

Canhões das muralhas do forte

Este percurso é a mesma rota feita pelos portugueses no período da dominação da coroa real. E, durava em torno de cinco anos para chegar a região norte do nosso país pelas embarcações lusitânias.

O público será levado pelas cenas do documentário a se ter conhecimento ao prédio castelo, que é considerado uma das maiores edificações da engenharia militar portuguesa no Brasil colonial.

O foco do filme é apresentar os aspectos históricos vividos na época áurea do Forte. Esse trabalho terá extensão na rede de ensino médio e nas universidades, com objetivos de fornecer ferramentas para a aprendizado do processo histórico do Brasil.

Emanuell Alencar vai dirigir o filme para ser rico em detalhes e possibilitará pelo roteiro e pelas fotografias um enlace da arte e a obra arquitetônica.

O prédio histórico guarda em suas ruínas relatos de presos, no mais alto graus de sofrimentos. Estão registrados nas paredes do Forte desenhos e palavras, na linguagem do século. Por exemplo do Padre Juvino, que viveu preso no local, que consegue dimensionar sua angústia : ‘‘A Deus ingrata prisão ,de ti me despesso obriozo, tendo suportado gostozo, em ti a mais dura aflição”. Em outro depoimento, um relato de quem cumpria pena: “Nesta triste e horrorosa prisão vive o pobre e infeliz Pacheco. Com groça e comprida corrente ao pescoço, Mato Groço me prendeo, A fortaleza me cativou, preso e cativo estou, de quem tanto me favoreceo, grande satisfação tevi, quando em liberdade..” escreveu Pacheco.

Os depoimentos mostrarão os dias vividos pelos presidiários, funcionários e seus familiares que moravam nas residências do Forte, o cotidiano cercado de fatos e acontecimentos que não podem cair no esquecimento.

 

ENTREVISTA: DE ATOR PARA CINEASTA

Evan Aires – Como surgiu a ideia de realizar um documentário para resgatar a história do Real Forte Fortaleza Príncipe da Beira?

Emanuell Alencar – Depois de conhecer o Real Forte Príncipe da Beira e a importância daquele patrimônio para o Brasil, não me contentei em ver tanto abandono, naquele momento a história marcada nas paredes da fortaleza parecia gritar socorro, o forte não passou apenas 40 anos em abandono, mas já passaram dos 200 anos e, ainda continua largado, e antes que ele se torne apenas lembranças de quem o viu, resolvi fazer esse documentário de forma didática, para que ele pudesse compor o contexto histórico do Brasil e fazer parte da grade de ensino das escolas públicas e universidades.

Evan Aires – A história do filme – O Príncipe da Beira (titulo em definição) será contado em narrativa ou encenado por atores?

Emanuell Alencar – O documentário – O Príncipe da Beira será contado em narrativa, mas já estamos trabalhando a transmidiatização desse projeto. Transmidiatização que é a transformação de um projeto em vários outros projetos como do documentário passar para formatos de ficções cinematográficas em curta ou longa metragem.

Evan Aires – Este projeto já faz parte de algum incentivo a cultura, empresas privadas ou se realizará por produção independente?

Emanuell Alencar – O projeto busca parcerias com empresas privadas e leis que fomentem a cultura. Na região norte há uma rejeição muito grande por parte das iniciativas privadas quando se trata de apoio a projetos culturais.

Evan Aires – Quais são os seus próximos projetos como cineasta?

Emanuell Alencar – Primeiro quero Finalizar o processo de transmidiatização do O Príncipe da Beira, e logo em seguida pretendo começar a produzir um drama de longa metragem – A Última Pedra é um filme de ficção que conta o drama de uma mãe que perde o filho aos 17 anos de idade para o Crack.

REAL FORTE PRÍNCIPE DA BEIRA

Forte 2

Vista aérea do Real Forte Príncipe da Beira

O Real Forte Fortaleza Príncipe da Beira se encontra localizado à margem direita do rio Guaporé em Rondônia, na fronteira entre Brasil e Bolívia, com 237 anos, foi construída em 02 de junho de 1776. Domingos Samboceti engenheiro responsável que faleceu vitima de malária durante as obras, concluída em 20 de agosto de 1783, pelo capitão engenheiro Ricardo Franco de Almeida e Serra. Historiadores contam que na época a construção tinha o objetivo de consolidar a posse da coroa portuguesa no extremo noroeste do Brasil. Com quase 1.000 m² de construção a Fortaleza Príncipe da Beira como é também conhecida, é considerada o principal ponto turístico do município de Costa Marques. O Forte tem muralhas de 10 metros de altura e seus quatro baluartes são armados, cada um, com 14 canhoneiras. Ao redor da muralha, um profundo fosso, o acesso ao interior somente com a ponte levadiça que conduzia a um portão com três metros de altura voltado para o norte.

 

Foto Poema - Emanuel

A FORTALEZA PRÍNCIPE DA BEIRA poderá se eternizar na sétima arte “Caminhando em teus corredores me perco na tua historia perdida nos labirintos dos rios Amazônicos, as marcas gravadas em tuas paredes transcendem o tempo, e a tua fortaleza grita por socorro no abismo do esquecimento da memória humana. Tua energia me levar ao desconhecido e me fascina a tua ousadia, como tão belo e tão forte eis, que chego a me pergunta, é Real? Tua posição é triunfante como a de um príncipe, teus quatros baluartes são iluminados pelo sol quando se põe tu eis tão belo que até a natureza parece sentir saudade de ti. Bem vindo Real Forte Príncipe da Beira, a tua historia será mais uma estrela na soberania brasileira.” – Poema de Emanuell Alencar

 

 

Banner Evan Aires

Evan Aires – ator pelo Incenna – Escola de Teatro e Televisão. Com carreira em artes, cinema e espetáculos. É sócio-diretor da empresa Entusiasmo Entretenimento, que pode ser visitada no site www.entusiasmoentretenimento.com.br.

POR DENTRO DA MÍDIA, ARTE E ESSÊNCIA NA COMUNICAÇÃO, O ATOR EM CENA. Com EVAN AIRES é um espaço para você acompanhar uma vez todos os sentidos da vida com arte.

Que passa pelas ruas, casas teatrais e espaços culturais. São registros do ator Evan Aires, sempre em cena.

POR DENTRO DA MÍDIA, Arte e essência na comunicação, com EVAN AIRES

Para acompanhar as matérias de Evan Aires, clique em Arte e essência na comunicação.

 


4 comentários

  1. sergio cardoso de melo outubro 25, 2013 8:37 pm 

    Parabéns pelo trabalho Emanuell Alencar, jovem cineasta com muitos trabalhos bonitos. Os Documentários resgata nossa riqueza cultural adormecida durantes séculos,décadas.

    Sucesso!

  2. Ana Paula Desenzi outubro 25, 2013 9:12 pm 

    E um excelente projeto que nos traz a historia de uma parte tao rica e desconhecida do povo brasileiro. Precisamos de cineastas ousados e e com esse espirito de pesquisa a retratar o belo deste Pais. As fotos ja nos denunciam quanta beleza. Parabens Emanuell .

  3. Alexandre outubro 26, 2013 10:03 pm 

    Parabéns pela iniciativa. Parabém pela ousadia do trabalho. Conte com meu apoio e admiração. Abç do amigo Alexandre

Comentários estão fechados.