ESTÁ DE VOLTA A FÁBULA DE ELIFAS ANDREATO COM MÚSICAS DE TOQUINHO

Elifas Andreato tem um ou vários recados para nós.
Leia a reunião de notícias, comentários e o que vamos ter.
São 10 vídeos a partir desta terça-feira.
Para expor os 10 princípios da Declaração dos Direitos da Criança.
Clique para assistir e clique para saber mais sobre o relançamento da fábula de Elifas Andreato com músicas de Toquinho.
Fazer música em cima de parágrafos de uma declaração?

https://www.youtube.com/watch?v=6bPnB_KYuUQ

mqdefault1° princípio: A Criança tem direito a igualdade, sem distinção de raça, religião ou nacionalidade.

Declaração Universal dos Direitos da Criança.
Uma Fábula de Elifas Andreato com músicas de Toquinho

Músicas: Toquinho e Elifas Andreato
Arranjos: André Ernani e Celso Meireles
Vocais: André Ernani e Luz Marina
Percussão: Carlos Stefani
Animações: Marcos Faria
Mixagem e Masterização: Leonardo Nakabayashi (Shina)

Produção e Direção geral: Elifas Andreato

A UNIÃO DE TALENTOSOS
Esta foi a primeira reação de Toquinho (Antonio Pecci Filho), quando seu amigo Elifas Andreato levou a idéia de um disco-espetáculo sobre Declaração Universal dos Direitos da Criança.
Toquinho leu e releu os dez ítens da declaração dos direitos infantis, aprovado pela Assembleia da Sociedade das Nações, em 26 de março de 1924 e começou a pensar melhor no assunto.
Afinal, muitos anos antes de nascer Pedro – seu filho com Mônica – Toquinho já havia se voltado ao universo infantil, fazendo com o inesquecível amigo e parceiro Vinicius de Moraes um disco na Itália, em 1970 – e que depois, reciclado, teria dois desdobramentos no Brasil (“Arca de Noé”, volumes um e dois).
A ternura e o encantamento da criança estão presentes ao longo de sua obra – desde a obra-prima “O Filho que eu Quero Ter” (sem dúvida, o melhor momento de sua parceria com Vinicius) até as mais ingênuas – e comunicativas – canções infantis. Portanto, a resposta não demorou: – Topo! Juntos, Toquinho e Elifas, este admirável paranaense que ainda criança foi morar em São Paulo para se tornar um de nossos maiores artistas gráficos – com incursões no teatro e música – passaram a trabalhar no projeto.
Alguns meses depois, e o trabalho foi concluído: o disco é  “Canção de Todas as Crianças”.
E, Elifas Andreato criou uma belíssima capa e um encarte além de trazer as letras, as insere num texto para a montagem em forma de teatro infantil – com todas as dicas possíveis.
Toquinho e Elifas conseguiram transformar em deliciosas canções os dez princípios da “Declaração de Genebra”, a partir dos cinco primeiros elaborados pela inglesa Eglantyne Jebb – aos quais se acrescentariam em 1948 mais dois parágrafos – um contra a discriminação da raça, nacionalidade e religião, e um outro, pela integridade da família e direitos sociais da criança.
Com informações do artigo de Aramis Millarch.
elifas