CONHEÇA A ROCHA QUE PRODUZ PETRÓLEO E QUE CAUSA DESCONFIANÇA AOS AMBIENTALISTAS

A alta velocidade com que os EUA ampliam a produção de petróleo de xisto muda o cenário geopolítico global associado ao combustível e contribui para uma redução de 60% nas exportações brasileiras do produto para o mercado americano em dois anos. Em 2013, pela primeira vez, a Petrobrás vendeu mais para a China do que para os EUA, que durante anos foi seu maior comprador. Desde 2008, os americanos ampliaram em 50% a produção, graças à tecnologia que permite a retirada de petróleo de rochas de xisto.

Especialista em efeitos ambientais na prospecção do gás de xisto, Jailson de Andrade lembrou que a maioria dos estudos sobre o assunto aponta a necessidade de estudos prévios locais para exploração. Segundo ele, ainda há muita controvérsia científica quanto à questão

Especialista em efeitos ambientais na prospecção do gás de xisto, Jailson de Andrade lembrou que a maioria dos estudos sobre o assunto aponta a necessidade de estudos prévios locais para exploração. Segundo ele, ainda há muita controvérsia científica quanto à questão

MURO DE ROCHA XISTO - A indústria petrolífera está aumentando seus investimentos em pesquisa com a esperança de tornar mais fácil e barata a extração de petróleo e de gás natural das formações de xisto e dos campos de águas profundas, ampliando e acelerando o boom energético nos Estados Unidos

MURO DE ROCHA XISTO – A indústria petrolífera está aumentando seus investimentos em pesquisa com a esperança de tornar mais fácil e barata a extração de petróleo e de gás natural das formações de xisto e dos campos de águas profundas, ampliando e acelerando o boom energético nos Estados Unidos