CHEGA, CHEGA E CHEGA DE MAQUIAGEM E MANCHETE PARA O MENSALÃO

Cidadania e informação ou partido e informação?

Estava lendo sobre cidadania e liberdade de informação. Tema que recorrentemente está nos meus textos. Afinal, são os pilares da comunicação pública. Mas um questionamento da autora Adriana Studart, em especial, me chamou a atenção: Como exercitar eficaz e democraticamente os direitos fundamentais de primeira dimensão garantidos pela Lei Maior? A resposta não poderá ser dada sem o exercício eficiente da liberdade de informação, sendo dever do Estado municiar seus cidadãos para estes que possam se desenvolver (citação de:  STUDART, Adriana. Cidadania Ativa e liberdade de informação in Comunicação Pública, Estado, Mercado, 1 – Sociedade e Interesse Público. 1 ed. São Paulo: Atlas, 2009).

Fiquei pensativa. Resolvi olhar as páginas dos jornais para tentar ser surpreendia por um lampejo de civilidade, o que me tiraria da constatação fria e mórbida de que não encontraria nada nesse sentido. Não. Não foi desta vez. As páginas digitais tão pouco puderam mudar o meu humor.

Aliás, só o pioraram consideravelmente. O que percebi, grosso modo, sem nenhum estudo aprofundado e nenhuma pesquisa acadêmica é que o Estado não contribui para o exercício eficiente da liberdade de informação. Uma afirmação dessas merece dados empíricos. Seguem destaques da editoria de política:

crédito para a foto: douglaslugano.blogspot.com

crédito para a foto: douglaslugano.blogspot.com

Estadão

Com aval de Dilma, ministro da Justiça afirma agora que vai processar tucanos

Chamado de ‘aloprado’, ‘manipulador’, ‘irresponsável’, ‘farsante’ e ‘indigno’ por causa de sua atuação na condução das investigações do cartel dos trens em São Paulo, José Eduardo Cardozo contra-ataca e diz que adversários o ‘caluniam’ e o ‘ofendem’

Presidente da Alstom nega envolvimento da empresa em cartel de trens em SP

Em depoimento à CPI dos Transportes, Marcos da Costa afirmou não ver indícios de negociação de contratos em licitações do setor metroferroviário do governo paulista Petista diz que não mexeu em material sobre cartel enviado à Polícia Federal. Simão Pedro afirma que só repassou acusações sobre cartel que recebeu, sem alterar tradução de carta anexada a relatório de ex-diretor da Siemens

 Folha de SPaulo

Presidente do PT diz que laudos são manipulados para manter Genoino preso

O presidente do PT, Rui Falcão, disse nesta sexta-feira (29) que os laudos sobre as condições de saúde do deputado licenciado José Genoino estão sendo “manipulados” para mantê-lo na prisão.

Aécio diz que Cardozo está um ‘pouco nervoso’ sobre investigação de cartel

O senador Aécio Neves (MG), presidente do PSDB e provável candidato do partido à Presidência da República, criticou nesta sexta-feira (29) a atuação do ministro José Eduardo Cardozo (Justiça), nas investigações sobre o cartel de trens em São Paulo.

Chega, chega, chega. O interesse público tornou-se interesse… partidário! Ministro é questionado por dirigente de partido e ainda diz que conta com a aprovação da… Presidente! A liberdade de informação partindo do Estado, de forma a elucidar e esclarecer e informar e participar o cidadão do que é interesse público, isso, me parece, não existe. Claro que partindo de um recorte e de uma indignação datada. Mas, caro leitor, conto também com sua avaliação. Minha análise está certa ou errada?

 

carletto1 (1)Claudia Carletto – consultora em comunicação participa do site com a avaliação e aproximação do que é a comunicação pública. Comunicação Pública, com Claudia Carletto, uma vez por semana, no Por Dentro da Mídia – Comunicação Pública.

Para ler todos os textos clique aqui

http://pordentrodamidia.com.br/view/colunistas/comunicacao-publica/